Senado aprova decreto presidencial de intervenção no Rio de Janeiro

Brasília – Congresso Nacional realiza sessão destinada à votação de 17 vetos presidenciais (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Reprodução)


  • 21/02/2018 00h07 – Brasília

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil


O Senado aprovou, por 55 votos a 13 e uma abstenção, o decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro para a área da segurança pública. Com a aprovação da medida pelos deputados e, agora, pelos senadores, o governo federal foi autorizado a nomear um interventor no estado devido ao “grave comprometimento da ordem pública”, como solicitado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16).

Câmara aprova decreto de intervenção no Rio; senadores votam medida nesta terça

 

Brasília – Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão para votação da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro (Wilson Dias/Agência Brasil) (Reprodução)


  • 20/02/2018 02h37 – Brasília

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil


A Câmara dos Deputados aprovou, por 340 votos a 72, o decreto legislativo que autoriza a intervenção federal na área de segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Após mais de seis horas de discussões e táticas de obstrução pelos contrários à medida, os deputados acataram o parecer da deputada Laura Carneiro (MDB-RJ) favorável à medida, anunciada pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16).

Nesta terça-feira (20), o Senado deve realizar, às 18h, uma sessão extraordinária destinada a votar o decreto. Caso o texto que estipula a intervenção seja aprovado pela maioria simples dos senadores presentes, o Congresso Nacional poderá publicar o decreto legislativo referendando a decisão de Temer de intervir no Rio de Janeiro.

Temer nomeia general Braga Netto interventor na segurança pública do Rio

 

O general Walter Souza Braga Netto será o comandante da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio Reprodução/Comando Militar do Leste


O decreto assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer nomeia o general Walter Souza Braga Netto interventor na segurança pública do estado do Rio. O texto dá plenos poderes para o general Braga Netto atuar em todo setor de segurança fluminense, ou seja, as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros Militar.

“O objetivo da intervenção é pôr termo a grave comprometimento da ordem pública no Estado do Rio de Janeiro”, diz o decreto.

Braga Netto estará subordinado do presidente da República e terá plenos poderes “para requisitar a quaisquer órgãos, civis e militares, da administração pública federal, os meios necessários para consecução do objetivo da intervenção”.

Cerca de 80 blocos animam foliões no último dia de carnaval no Rio

 

Reprodução


  • 13/02/2018 08h01 – Rio de Janeiro

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil


Orquestra Voadora desfila desde 2008 no Aterro do Flamengo
Flávia Villela/Arquivo/Agência Brasil (Reprodução)

Entre os 80 blocos de rua que se apresentam nesta terça-feira (13) no Rio de Janeiro, vários já desfilaram pelo menos uma vez no carnaval deste ano, como o Bloco das Carmelitas, o da Inválidos, e a Banda de Ipanema. Outros, como o tradicional Empurra que Pega e Orquestra Voadora, se apresentam pela primeira vez no Carnaval 2018.

Um dos destaques da programação a Orquestra Voadora é, na verdade, uma banda formada no Rio em 2008 e tem entre seus integrantes músicos que se apresentavam em diversos blocos carnavalescos do Rio de Janeiro. Decididos a inovar no repertório, passaram a misturar as tradicionais marchinhas com sambas, rock’n roll, trilhas sonoras de filmes e desenhos animados e música pop em geral.

Sargento Pimenta é destaque na programação dos blocos do Rio nesta segunda


Sargento Pimenta tem no repertório versões de músicas dos Beatles
Akemi Nitahara/Arquivo/Agência Brasil (Reprodução)


Mais de 70 blocos desfilam no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (12) de carnaval. Entre os destaques estão o Sargento Pimenta, o Afroreggae, a Banda da Inválidos e o Afoxé Filhos de Gandhi, que faz seu segundo desfile no carnaval da cidade.

Fundado em 2010, o bloco Sargento Pimenta desfila no Flamengo, bairro da zona sul do Rio, atraindo milhares de pessoas desde o início da concentração, entre a Marina da Glória e o Museu de Arte Moderna (MAM), no Aterro do Flamengo.

O nome é uma referência ao álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. O repertório do bloco é formado principalmente por versões de canções da banda de rockinglesa, interpretadas com arranjos de samba, marcha, maracatu e outros ritmos brasileiros.

Sambódromo será palco de desfile de grandes campeãs do Rio nesta segunda


Reprodução


  • 12/02/2018 08h09 – Rio de Janeiro

Cristina Índio do Brasil – Repórter da Agência Brasil


O Grupo Especial do Rio vai levar hoje (12) e na madrugada desta terça-feira (13) para a Marquês de Sapucaí seis escolas que prometem uma disputa acirrada pelo título de campeã. O resultado, certamente será um espetáculo para o público.

Unidos da Tijuca

A Unidos da Tijuca leva aos foliões o enredo Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem.

Na homenagem a Miguel Falabella, a escola levará para o Sambódromo as diversas atividades deste artista que, além de ator, é diretor, escritor, produtor cultural e carnavalesco. Mesmo com todas essas atividades, Falabella encontrou tempo para se reunir com os carnavalescos da Unidos da Tijuca para contar sua história que, na avenida, começa pela sua infância na Ilha do Governador, bairro da zona norte do Rio.

Blocos tradicionais levam humor, ironia e críticas às ruas do Rio

 

No Bloco das Carmelitas, foliões se vestem como as freiras para encobrir a religiosa que, segundo a lenda, teria fugido do convento para pular carnaval
Arquivo/Fernando Frazão/Agência Brasil (Reprodução)


  • 08/02/2018 08h58 – Rio de Janeiro

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil


A partir desta sexta-feira (9), mais de uma dezena de blocos da Associação Independente de Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Tereza e Centro da Cidade (Sebastiana) levam bom humor, ironia e críticas às ruas da cidade.

A festa terá início ainda nesta sexta-feira, com a apresentação do Bloco Carmelitas e seus cerca de seis mil foliões que ocuparão o pequeno bairro de Santa Teresa, na região central da cidade. O bloco homenageia o Convento das Carmelitas, que teria dado início ao bairro. Os foliões e amantes do bairro criaram a lenda de que, todo ano, uma freira pula o muro do convento para brincar o carnaval na sexta e volta para a clausura na terça.

Beija-Flor fecha grupo especial com desfile sobre monstros e seus criadores



 

Detalhe de uma alegoria que a Beija-Flor levará este ano para a avenida
Cristina Índio do Brasil/Agência Brasil (Reprodução)


  • 7/02/2018 10h13 – Rio de Janeiro

Cristina Índio do Brasil – Repórter da Agência Brasil


Última a desfilar pelo grupo especial do carnaval do Rio, a Beija-Flor de Nilópolis pretende fechar com chave de ouro. O enredo tem um título comprido: Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu. Dentro dele, a escola tem muito a contar para revelar quem é o verdadeiro monstro nessa estória. A sinopse da comissão de carnaval que explica o enredo dá uma dica: “o monstro é a criatura de aparência repugnante? Ou é o criador, com o seu egoísmo, seu orgulho, sua arrogância e seu coração corrompido?”.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann