Arquivo paramarço 3rd, 2018

Seis drogarias de Borda da Mata participam do Programa Farmácia Popular e distribuem medicamentos de graça

Reprodução


| sexta-feira – 2/março/2018


O Programa “Aqui tem Farmácia Popular” é uma iniciativa do Ministério da Saúde, criado com o objetivo de oferecer mais uma alternativa de acesso da população aos medicamentos considerados essenciais. Nas farmácias credenciadas, são fornecidos gratuitamente medicamentos para: hipertensão, diabetes, asma, osteoporose e colesterol. A cada 30 dias, a pessoa pode retirar de graça entre os 19 medicamentos disponíveis.

Em Borda da Mata, são seis drogarias credenciadas: Americana (Avenida João Olivo Megale), Farmácia São José (próxima ao Supermercado Baleia), Minas Farma (perto do Boticário); Uai Farma (ao lado da Polícia Militar), Drogaria da Praça (ao lado da Artec Papelaria), Grupofarma (Cervo).

A retirada do medicamento deve ser feita pelo próprio paciente com a receita médica portando os documentos RG e CPF. Se o paciente não puder retirar a medicação, é preciso preencher um modelo de procuração (registrada em cartório) autorizando a retirada por um familiar ou outra pessoa. As farmácias credenciadas e na Farmácia Municipal têm o modelo disponível para a procuração.

Fachin inclui Temer em inquérito que investiga repasses da Odebrecht

Reprodução Agência Brasil / EBC


  • 02/03/2018 15h43 – Brasília

Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e incluiu o presidente Michel Temer como investigado em um inquérito da Lava Jato no qual já são investigados os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

O caso envolve o suposto favorecimento da empresa Odebrecht durante o período em que Padilha e Moreira Franco foram ministros da Secretaria da Aviação Civil, entre os anos de 2013 e 2015. O Palácio do Planalto informou que não vai comentar a decisão de Fachin.

De acordo com depoimento de delação premiada do ex-executivo da Odebrecht Claudio Melo Filho, houve um jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, para tratativas de um repasse de R$ 10 milhões como forma de ajuda de campanha para o PMDB, atualmente MDB.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann