Arquivo parasetembro, 2018

Alunos da rede pública receberão livros literários a partir de 2019

Alunos de escolas públicas vão receber dois livros literários em 2019 – Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil (Reprodução)

Antes, as obras eram destinadas apenas para bibliotecas e sala de aula


Publicado em 28/09/2018 – 07:30

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil*  São Paulo


Estudantes da rede pública receberão livros de literatura em 2019, além do material didático, de acordo com o novo formato do Programa Nacional do Livro e do Material Didático Literário (PNLD). A escolha das obras pelas escolas credenciadas teve início no último dia 25 e irá até o dia 8 de outubro.

De acordo com o Ministério da Educação, a escolha será feita pelas escolas, a partir de uma lista, e levará em conta a opinião dos professores e diretores de escola. No catálogo para o ensino médio, estão livros como a biografia da paquistanesa Malala – a mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz; o clássico de ficção Admirável Mundo Novo, de Aldous Juxley; e poemas de Cecília Meireles.

Celulares irregulares serão notificados a partir deste domingo

(Reprodução)

Bloqueio dos aparelhos começa em dezembro, usuários serão informados


Publicado em 23/09/2018 – 08:04

Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil  Brasília


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) inicia neste domingo (23) a notificação de portadores de aparelhos de telefone celular irregulares em 10 estados. São considerados irregulares os aparelhos adulterados, roubados, extraviados e não certificados pela Anatel.

Segundo a agência, a medida atinge os usuários de celulares de estados das regiões Centro-Oeste, Sul, Norte e Sudeste.

Nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, quem estiver utilizando aparelhos irregulares vai começar a receber a partir de hoje mensagens alertando sobre o problema. Nesses estados, a medida vale para aparelhos irregulares habilitados a partir de 23 de setembro de 2018.

Advogada algemada em fórum ganha ato de apoio em Duque de Caxias

A advogada Valéria Lúcia dos Santos, que foi algemada e presa durante uma audiência no exercício da profissão, recebe apoio da OAB e colegas de profissão em frente ao Fórum de Duque de Caxias. (Reprodução)

Vídeos sobre o incidente foram compartilhados em todo o país


Publicado em 17/09/2018 – 19:15

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro


A advogada Valéria Lúcia dos Santos foi o centro das atenções de um ato de desagravo, em frente ao Fórum de Duque de Caxias, que contou com dezenas de pessoas, inclusive o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia. Valéria, que é negra, foi detida e algemada no último dia 10, dentro do fórum, durante uma audiência, a pedido de uma juíza leiga. A cena foi gravada e causou indignação por todo o país.

UFRJ inicia cobertura do telhado do Museu Nacional

Fernando Frazão/Agência Brasil/Agência Bras (Reprodução)


Publicado em 15/09/2018 – 08:30

Por Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro


A direção do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, localizado no bairro imperial de São Cristóvão, zona norte do Rio, iniciou a cobertura de áreas do edifício, afetado por um incêndio no início deste mês. A ação tem por finalidade proteger o acervo sob os escombros de outros danos, como água da chuva. A reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) também vai contratar uma empresa que garantirá a cobertura da área total dos escombros, ainda nos próximos dias.

Em seguida, a universidade iniciará, com auxílio de guindastes, a instalação de um telhado metálico com cerca de 5 mil metros quadrados. Esse trabalho será acompanhado por engenheiros e especialistas de diversas áreas da UFRJ, com apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e técnicos da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). O Ministério da Educação liberou R$ 10 milhões para ação emergencial na segurança do prédio do Museu Nacional, que teve grande parte de seu acervo destruído.

Jair Bolsonaro é ferido com faca durante campanha em Juiz de Fora

No Twitter, filho do candidato falou em facada e corte superficial

(Reprodução Web)


Publicado em 06/09/2018 – 16:34

Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil  Brasília


O candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, foi agredido durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG), nesta tarde (6). A assessoria da Polícia Militar de Minas Gerais confirmou que o candidato foi retirado do local por populares e levado para atendimento em Hospital Santa Casa em Juiz de Fora e que uma pessoa foi detida.

Em sua conta no Twitter, o filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, escreveu há pouco que seu pai foi esfaqueado, mas não corre risco de morte. “Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem”.

Lei eleitoral impediu liberação de recurso do BNDES para museu

A declaração é do presidente do banco, Dyogo Oliveira

Bombeiros e Defesa Civil trabalham após incêndio no Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, na zona norte do Rio. (Reprodução)


Publicado em 03/09/2018 – 21:02

Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil  São Paulo


A interpretação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre a lei eleitoral impediu a liberação dos recursos que foram autorizados em junho para o Museu Nacional, explicou hoje (3) o presidente do banco, Dyogo Oliveira. O contrato, assinado durante as comemorações de 200 anos da instituição, previa a destinação de R$ 21,7 milhões para a terceira fase do plano de investimento de revitalização do museu.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann