21 Estados não atingiram metas para a educação

21-estados-brasil-nao-atingiram-meta-educacao-560

Reprodução

Bianca Bibiano e Jadyr Pavão JúniorVEJA.com – 08/09/2014

O Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação, divulgou nesta sexta-feira (5) os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) relativos a 2013.

Os dados revelam avanço nos anos iniciais do ensino fundamental e estagnação nos anos finais e também no ensino médio. Neste, a situação é ainda mais dramática.

As metas estabelecidas pelo próprio governo federal para 2013 não foram atingidas por 21 Estados. Além disso, 16 das unidades da Federação colheram resultados inferiores aos registrados na avaliação anterior do Ideb, em 2011.

Ou seja, era ruim, ficou pior. Na prática, os dados mostram que a maioria das redes mantidas por Estados e Distrito Federal não avançou.

“A queda das notas do ensino médio e a estagnação nos anos finais do ensino fundamental revelam um problema estrutural da escola brasileira: do 1º ao 5º ano, os alunos têm apenas um professor em sala. A partir do 6º, o número de docentes aumenta. É nessa transição que está o problema”, diz Alejandra Velasco, gerente da área técnica da ONG Todos pela Educação.

“É preciso rever o currículo e entender o que causa a queda ao longo dos ciclos escolares. No ensino médio, ele é sobrecarregado, os alunos acabam não acompanhando e desistem de estudar.”

O que torna a situação dramática é que as metas do Ideb já são modestas. Elas preveem, por exemplo, que o conceito médio nos primeiros anos do ensino fundamental atinja só em 2021 a nota 6 — correspondente, segundo cálculo do Inep, à média alcançada em 2003 pelos alunos de nações desenvolvidas no Pisa, mais importante avaliação educacional do planeta.

Ou seja, se o brasileiro médio chegar a esse patamar em 2021, estará quase duas décadas atrasado.

Veja, abaixo, como está a educação do Ensino Médio no seu Estado.

1º – Goiás: 3,8 (meta para 2013: 3,4)
2º – Rio Grande do Sul: 3,7 (meta para 2013: 4,0)
3º – São Paulo: 3,7 (meta para 2013: 3,9)
4º – Santa Catarina: 3,6 (meta para 2013: 4,0)
5º – Minas Gerais: 3,6 (meta para 2013: 4,0)
6º – Pernambuco: 3,6 (meta para 2013: 3,2)
7º – Rio de Janeiro: 3,6 (meta para 2013: 3,3)
8º – Rondônia: 3,4 (meta para 2013: 3,5)
9º – Espírito Santo: 3,4 (meta para 2013: 3,6)
10º – Paraná: 3,4 (meta para 2013: 3,9)
11º – Mato Grosso do Sul: 3,4 (meta para 2013: 3,4)
12º – Acre: 3,3 (meta para 2013: 3,5)
13º – Ceará: 3,3 (meta para 2013: 3,5)
14º – Distrito Federal: 3,3 (meta para 2013: 3,6)
15º – Tocantins: 3,2 (meta para 2013: 3,4)
16º – Roraima: 3,2 (meta para 2013: 3,8)
17º – Piauí: 3,0 (meta para 2013: 2,8)
18º – Amazonas: 3,0 (meta para 2013: 2,8)
19º – Paraíba: 3,0 (meta para 2013: 3,2)
20º – Amapá: 2,9 (meta para 2013: 3,2)
21º – Sergipe: 2,8 (meta para 2013: 3,4)
22º – Maranhão: 2,8 (meta para 2013: 3,0)
23º – Bahia: 2,8 (meta para 2013: 3,3)
24º – Rio Grande do Norte: 2,7 (meta para 2013: 3,2)
25º – Pará: 2,7 (meta para 2013: 3,2)
26º – Mato Grosso: 2,7 (meta para 2013: 3,1)
27º – Alagoas: 2,6 (meta para 2013: 3,2)

 

Fonte: Planeta Sustentável

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann