Aniversário de 40 anos do celular marca a volta dos “tijolões”

Retorno dos aparelhos gigantes é tendência, mas eles ficam cada vez mais leves

Renato Santino

padfone

Asus

Esta quarta-feira, 3, é um dia especial que marca o aniversário de 40 anos da primeira chamada de celular da história. Muita evolução aconteceu de lá para cá e o celular deixou de ser apenas um telefone portátil, mas uma tendência atual remete ao início da tecnologia: a volta dos celulares gigantes, mas que ficam cada vez mais leves a cada geração.

A primeira chamada da história foi feita em um DynaTAC, da Motorola, um celular de 25,4 centímetros que pesava 1,14 kg. Por muitos anos desde então, a tecnologia caminhou para aparelhos cada vez menores e mais finos, até que recentemente os smartphones voltaram a crescer e os phablets, que nada mais são que celulares maiores, quase beirando a linha do que é tablet, começaram a ganhar força.

Um dos principais exemplos atuais é o Huawei Ascend Mate. Anunciado na CES deste ano, o “celular” ostenta tela de 6,1 polegadas. Isso se reflete em um aparelho de 16,3 centímetros de altura, o que tamanho remete diretamente aos primórdios da telefonia móvel. A grande diferença é o peso: o aparelho tem 198 gramas, bem mais leve do que os vovôs.

Reprodução

Ascend Mate é vendido com um dos maiores smartphones do mercado

Ascend Mate é vendido com um dos maiores smartphones do mercado

A Samsung tem ganhado força neste nicho. O Galaxy Note é um dos aparelhos mais vendidos da empresa e tem aumentado a cada versão. O primeiro possuía 5,3 polegadas (14,3 centímetros de altura); o segundo já tem 5,55 (15,1 centímetros de altura). Espera-se que o próximo aparelho da linha fique ainda maior, com respeitáveis 6,3 polegadas. Seu peso, no entanto, não aumenta tão progressivamente assim: o primeiro pesava 178 gramas, enquanto o segundo varia entre 180 e 185 gramas, dependendo do modelo.

Outras fabricantes grandes já viram nesta área uma oportunidade de expandir seus negócios. A LG também já anunciou o Optimus G Pro, com 5,5 polegadas. O aparelho, assim, tem 15 centímetros de altura, mas também consegue ser bem leve, pesando 172 gramas.

Alguns fabricantes já estão levando a funcionalidade de telefone para os tablets, borrando de vez a linha que delimita o que é o quê. É o caso da Asus e o seu FonePad. Trata-se de um tablet, propriamente dito, de 7 polegadas (mesmo tamanho do Nexus 7, por exemplo), que tem 19,6 centímetros de altura, com 340 gramas, que pode ser levado para junto do rosto para fazer ligações.

Esta também é a situação do Galaxy Note 8.0, lançamento recente da Samsung, que tem o mesmo tamanho do iPad mini (21 centímetros de altura e 338 gramas), mas também pode ser colocado na orelha para fazer ligações, para estranhamento das pessoas em volta do usuário.

Fonte: Olhar Digital

Simulação sem compromisso

primark

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann