Carla Trajano Figueiredo, desaparecida aos 32 anos

Auxiliar administrativa saiu de casa, no Rio, para trabalhar, mas não chegou ao emprego

Compartilhe, espalhe a informação e ajude a encontrar!

8wj2jm6ggk_8dc7gnv83m_file

Reprodução
Ela foi vista pela última vez no ponto de ônibus perto de casa Montagem/R7

Carla Vanesca Trajano Figueiredo, 32 anos, despareceu no dia 7 de maio deste ano, ao sair cedo de casa, em Paciência, na zona oeste do Rio de Janeiro, para trabalhar. A auxiliar administrativa não chegou a usar transporte público para se deslocar até o emprego, na Barra da Tijuca, também na zona oeste. Ela foi vista pela última vez no ponto de ônibus perto de casa.

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de Carla. Qualquer informação sobre o caso pode ser passada via Disque Denúncia. O telefone é (21) 2253 1177.

“É angustiante”

De acordo com Manoel Netto, noivo de Carla, nenhuma movimentação na conta bancária da auxiliar administrativa foi realizada após o sumiço.

— Parece que ela nunca existiu. Não houve contato como se fosse sequestro. Não apareceu qualquer pista. Ela desapareceu e não sabemos o que aconteceu.

Os quase dois meses sem notícias sobre o paradeiro de Carla têm sido de muita angústia para a família, relata Manoel.

— É angustiante.Não sabemos o que está acontecendo com ela, o que ela está sentindo. É difícil na hora de pensar em comer, de beber água ou de fazer qualquer outra coisa.

Veja também: Emilly Campos, desaparecida aos 7 anos

João Rafael Kovalski, desaparecido aos dois anos

Erico Carvalhar, desaparecido aos 39 anos

Verônica de Souza da Silva, desaparecida aos 21 anos

Ana Júlia Alves Tomas, desaparecida aos três anos

Fonte: R7

 

primark

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann