Arquivo para ‘Medicamentos’ Categoria

Testes da “pílula do câncer” em humanos começam nesta segunda em São Paulo

fosfoetanolamina_anvisa

Reprodução:
Na primeira fase, os efeitos da fosfoetanolamina sintética serão avaliados em 10 pacientes
Divulgação Anvisa


Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil


Os testes clínicos para tratamento de câncer com a fosfoetanolamina sintética, que ficou conhecida como “pílula do câncer”, começam na próxima segunda-feira (25) em São Paulo. A pesquisa será conduzida pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp).

O início dos testes em humanos será possível após aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, do Ministério da Saúde. A Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório oficial da Secretaria de Saúde do estado, forneceu as cápsulas suficientes da substância para realização da pesquisa.

“O projeto de pesquisa clínica foi desenhado sob a ótica de especialistas de alto conhecimento técnico. Nossa prioridade é a segurança dos pacientes, por isso, primeiro vamos avaliar, com grande responsabilidade, se a droga é segura e se há evidência de atividade. É um processo extenso, que deve ser acompanhado com cautela”, diz, em nota, o oncologista Paulo Hoff, diretor-geral do Icesp.

Chega de cirurgias! Cientistas descobriram um colírio à base de esteroides capaz de “derreter” a catarata.

Catarata_total_senil-620x330

Reprodução



O termo “catarata” é dado para qualquer tipo de perda de transparência do cristalino, lente situada atrás da íris, seja ela congênita ou adquirida, independente de causar ou não prejuízos à visão. Passa a se desenvolver quandoproteínas passam a se acumular ali, impedindo a entrada de luz no olho. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, acometendo principalmente a população idosa. Atualmente, o único tratamento disponível para a catarata é remover cirurgicamente a lente nublado a partir do olho e substituindo-o por uma lente artificial.

Cientistas na Califórnia descobriram que um colírio feito com lanosterol (um esteroide) é capaz de derreter cataratas e impedi-los de retorno quando administrado aos pacientes através de gotas para os olhos. Se aprovado para uso humano, o composto pode estar disponível como um tratamento não-invasivo para indivíduos com formas moderadas de cataratas.

Cinco medicamentos para tratamento do transtorno bipolar são incorporados ao SUS

10710841_775431542553638_1634268439299790691_n

Reprodução

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil Edição:José Romildo Fonte: Agência Brasil

O Ministério da Saúde incorporou os medicamentos clozapina, lamotrigina, olanzapina, quetiapina e risperidona para o tratamento do transtorno bipolar no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria com a decisão foi publicada na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial da União e entra em vigor hoje.

Clozapina, lamotrigina, olanzapina, quetiapina e risperidona são remédios usados para outros fins na rede pública, mas devem estar disponíveis também para esse transtorno afetivo. A expectativa é que em 2015 cerca de 270 mil pessoas sejam beneficiadas com o tratamento. O investimento este ano será cerca de R$ 90 milhões com os medicamentos.

O Ministério da Saúde deve publicar esta semana as diretrizes terapêuticas para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento do transtorno bipolar. A forma mais grave da doença afeta cerca de 2 milhões de brasileiros.

CMED fixa em 3,35% o ajuste médio no preço máximo de medicamentos

Medicamentos-Anvisa

Reprodução Web

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED) fixou em 3,35% o ajuste médio permitido este ano aos fabricantes na definição do preço máximo dos produtos. Este é um dos menores índices de ajuste autorizado para o mercado regulado de medicamentos dos últimos cinco anos e, assim como vem ocorrendo desde 2010, o percentual se mantém abaixo da inflação. O IPCA dos últimos 12 meses ficou em 5,68%.

A resolução do Conselho de Ministros da CMED com os percentuais de ajuste do valor teto de fábrica será publicada nesta quinta-feira (27) no Diário Oficial da União. A partir de 31 de março, as farmacêuticas e distribuidoras já podem adotar os novos preços, desde que realizem a entrega do Relatório de Comercialização obrigatório.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann