Arquivo para ‘Religiosidade’ Categoria

Papa: “Artistas, ajudem-nos a redescobrir a beleza da Criação”

Reprodução: Arte é forma de expressão que sublima a Criação – AFP



 


Cidade do Vaticano (RV) – “As artes expressam a beleza da fé e proclamam a mensagem da grandeza da criação de Deus. Por isso, quando admiramos uma obra de arte ou uma maravilha da natureza, descobrimos como cada coisa nos fala Dele e de Seu amor”.

Este é o teor da vídeo-mensagem do Papa Francisco divulgada sexta-feira (04/08) com a intenção de oração proposta para o mês de agosto:

Peçamos pelos artistas do nosso tempo, para que, através das obras de sua criatividade, nos ajudem a descobrir a beleza da criação”.

As intenções de oração do Santo Padre são confiadas ao Apostolado da Oração, uma rede mundial ao serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja.

A participação é aberta a qualquer cristão, independentemente da sua pertença a espiritualidades ou grupos específicos dentro da Igreja.

Papa no Rio: trago o que de mais precioso me foi dado, Jesus Cristo!


Reprodução: “Trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo! Venho em seu Nome, para alimentar a chama de amor fraterno que arde em cada coração” – AFP


 


Cidade do Vaticano (RV) – Na tarde do dia 22 de julho de 2013 o Papa Francisco desembarcava no Aeroporto do Galeão. Era sua primeira visita ao Brasil e a primeira Viagem Apostólica internacional de seu pontificado.



A cerimônia oficial de recepção realizou-se no Palácio Guanabara. Vamos recordar alguns trechos do primeiro discurso do Papa em terras brasileiras:

“Quis Deus na sua amorosa providência que a primeira viagem internacional do meu Pontificado me consentisse voltar à amada América Latina, precisamente ao Brasil, nação que se gloria de seus sólidos laços com a Sé Apostólica e dos profundos sentimentos de fé e amizade que sempre a uniram de modo singular ao Sucessor de Pedro. Dou graças a Deus pela sua benignidade.

Orientações sobre o pão e o vinho da Eucaristia


Reprodução: Orientações sobre o pão e o vinho da Eucaristia – REUTERS


 


Cidade do Vaticano (RV) – A pedido do Papa Francisco, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos dirigiu aos Bispos diocesanos uma carta-circular a respeito do pão e do vinho da Eucaristia.

Honestidade

O Dicastério destaca ainda que os fabricantes devem ter a “consciência de que o seu trabalho destina-se ao Sacrifício Eucarístico, e por isso, é-lhes requerido honestidade, responsabilidade e competência”, sugerindo que a cada Conferência Episcopal encarregue uma ou duas Congregações religiosas para verificar a produção, a conservação e a venda do pão e do vinho para a Eucaristia.

O documento recorda aos prelados que cabe a eles providenciar “dignamente” tudo aquilo que é necessário para a celebração da Ceia do Senhor. “Compete-lhe vigiar a qualidade do pão e do vinho destinado à Eucaristia e, por isso, também, aqueles que o fabricam”, lê-se no texto.

Apelo do Papa por Venezuela: cesse a violência, proximidade às famílias


Reprodução: Confrontos em Venezuela – AFP


 




“Faço apelo para o fim da violência e para que se encontre uma solução pacífica e democrática para a crise. Nossa Senhora de Coromoto interceda por Venezuela!” Estas as palavras do Papa Francisco, no fim do Angelus, em que já com o olhar para o próximo 5 de julho, festa da independência do Venezuela, Francisco assegurou  a sua oração e recitou uma Ave-Maria juntamente com os fiéis reunidos na Praça, por aquela que ele definiu uma “querida nação”.

O Santo Padre exprimiu a sua proximidade às famílias que perderam os seus filhos durante as manifestações.

Os confrontos continuam
Continuam os confrontos que, durante três meses, causaram um banho de sangue devido à dura repressão do governo sobre os manifestantes que protestavam contra o presidente Maduro, acusado de corrupção, abuso de poder, mas também de ser o arquitecto da grave crise económica que afecta o País. Nas últimas horas, as autoridades venezuelanas informaram que pelo menos outras quatro pessoas morreram nos confrontos.

Papa: corrupção, câncer que mata o homem e a sociedade


Reprodução: Papa Francisco saudando os fiéis – ANSA


 


Cidade do Vaticano (RV) – Foi lançado nesta quinta-feira(15/06), o livro-entrevista do prefeito do dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, Cardeal Peter Turkson, e Vittorio V. Alberti, com o prefácio do Papa Francisco, intitulado “Corrosão”.



“A corrupção, na sua raiz etimológica, define uma dilaceração, uma ruptura, decomposição e desintegração. A corrupção revela uma conduta antissocial tão forte que dissolve as relações e os pilares sobre os quais se fundam uma sociedade: a coexistência entre as pessoas e a vocação a desenvolvê-la”, escreve o Papa.

Coração corrupto

Segundo o Pontífice, “a corrupção quebra tudo isso, substituindo o bem comum com o interesse pessoal que contamina toda perspectiva geral. Nasce de um coração corrupto. É a pior praga social, pois cria problemas graves e crimes que envolvem todas as pessoas”.

“Não existem crianças ou adolescentes maus, mas pessoas infelizes”


Reprodução: Deus nos ama sempre e como somos, bons ou maus, disse o Papa. – AP


 


Cidade do Vaticano (RV) – A catequese do Papa na audiência geral desta quarta-feira (14/06) foi inspirada na parábola do Filho Pródigo e na necessidade que todos nós temos de ser amados.


Mas antes de iniciar sua catequese, o Pontífice cumprimentou as pessoas doentes que participavam da audiência em conexão direta com a Sala Paulo VI, no Vaticano, “protegidas do calor do verão”.

Todos somos amados, sem requisitos

“Ninguém pode viver sem amor e não devemos crer que o amor deva ser merecido, que se não formos belos, atraentes e fortes, ninguém pensará em nós”, afirmou Francisco diante das cerca de 20 mil pessoas presentes na Praça.

Papa: Que o Espírito dê paz ao mundo inteiro, cure as chagas da guerra e do terrorismo


Reprodução: Policiais e socorristas atendem vítima do ataque na Ponte de Londres – AFP


 


Cidade do Vaticano (RV) –  “Que o Espírito dê paz ao mundo inteiro; cure as chagas da guerra e do terrorismo, que também esta noite, em Londres, atingiu civis inocentes: rezemos pelas vítimas e familiares”.

 

No Regina Coeli deste Domingo, após presidir a Celebração Eucarística da Solenidade de Pentecostes, o Papa Francisco expressou sua proximidade às vítimas de mais um ato terrorista, desta vez em Londres, que na noite de sábado matou sete pessoas e feriu outras 48.

O Santo Padre também recordou a publicação este domingo de sua mensagem para o próximo Dia Mundial das Missões, a ser celebrado em 22 de outubro, e que tem por título  “A missão no coração da fé cristã”.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann