Arquivo para ‘Vai “cumendo” Raimundo’ Categoria

MORDOMIAS AÉREAS ABALAM A IMAGEM DO STF

Em quatro anos, presidente e ministros do STF gastaram R$ 2,2 milhões em recursos públicos para realizar voos internacionais com suas mulheres, em viagens durante o período de férias no Judiciário e de retorno para seus Estados de origem; em períodos nos quais estava licenciado do tribunal em razão de problemas de saúde, Barbosa fez 19 viagens; eles também têm direito a diárias de cerca de R$ 1 mil para gastos suplementares

:

Reprodução

247 – A sumidade máxima do Judiciário brasileiro tem gozado de verdadeiras regalias com o uso de recursos públicos. Tudo sob respaldo da lei, mas com práticas bem questionáveis em outros poderes. Segundo um levantamento feito pelo Estadão, com base em dados oficiais publicados no site da Corte, Joaquim Barbosa e outros ministros do Supremo Tribunal Federal usaram recursos, no período entre 2009 e 2012, para realizar voos internacionais com suas mulheres, em viagens durante o período de férias no Judiciário, chamado de recesso forense, e em de retorno para seus Estados de origem.

POUCOS PREFEITOS TERÃO O QUE APRESENTAR DOS 100 DIAS DE GOVERNO

images

Reprodução web

A maioria dos municípios Brasileiros, não apresentarão relatórios dos 100 primeiros dias de governo. Muitos prefeitos ainda não conseguiram  realizar uma única obra.  Alguns municípios  estão sendo penalizados,  devido as  dividas  de campanha, contraída pelos gestores que venderam a alma para conseguir chegar ao poder.

Em muitos desses municípios que não consegue nem se quer reformar as escolas, é visível a corrupção que impede a aplicação dos recursos públicos em prol da população.

Em algumas   regiões, os comentários  que rola nos bastidores, é que alguns prefeitos, ex-prefeitos e vereadores, empenharam seus apartamentos e fazendas na mão de agiotas, e que depois de eleitos estão pagando  a divida com dinheiro da prefeitura.

Nos 100 dias de governo, muitas  cidades tem que se contentar  com o um refrão de uma musica da cantora que diz:

Onde está o dinheiro?  O gato comeu, o gato comeu

Saiba para que serve e como usar o Portal da Transparência

O Portal da Transparência disponibiliza informações a respeito as contas da Administração Pública Federal e Municipal.
Com este Portal você poderá conhecer as metas de governo e acompanhar a utilização do dinheiro público.
É o cidadão fiscalizando o trabalho do governo que elegeu.

download (1)

Reprodução Web


Reprodução Web

Por (Eni)


O cidadão confere os valores gastos com o custeio na administração municipal, como aluguel de imóveis, energia elétrica e outros, o comportamento da dívida pública, pagamentos realizados, informações a respeito dos Conselhos Municipais, e os recursos recebidos dos Governos Estadual e Federal, entre outras informações.

E para estimular a concorrência nas compras da Prefeitura, serão publicados os avisos de licitação, bem como um resumo das licitações já realizadas.

Através do Orçamento Participativo, a população determina os investimentos prioritários.   O cidadão pode acompanhar as obras que escolheu de modo democrático e legítimo.

Portais da transparência têm falta de informações e dados desatualizados

G1 visitou 26 sites de prefeituras e câmaras da região do Vale do Paraíba.
Administrações alegam que sites passam por reestruturação.

Sites de 12 prefeituras e câmaras municipais apresentam falhas em links ou falta de informações sobre despesas e receitas. (Foto: Renato Ferezim/ G1)

Reprodução
Sites de 12 prefeituras e câmaras municipais apresentam falhas em links ou falta de informações sobre despesas e receitas. (Foto: Renato Ferezim/ G1)

Renato Ferezim Do G1 Vale do Paraíba e Região (*)

Acompanhar a gestão financeira da administração municipal pela internet é um direito que moradores de cidades com mais de 50 mil habitantes têm, desde 2011, com a lei de responsabilidade fiscal. Mas algumas administrações não tem cumprindo esta determinação. O G1 visitou, na manhã desta segunda-feira (4), 26 portais da transparência de prefeituras e câmaras das 13 cidades da região do Vale do Paraíba e Bragança Paulista com mais de 50 mil habitantes. Doze deles apresentam algum tipo de problema.

Corte de sinal de TV é criticado no Sul de Minas

Deputados reclamam de medida da Anatel no interior e sugerem prazo para os municípios se adequarem

Tiago de Holanda

A atitude que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) tomou no dia 2 de abril, de cortar o sinal analógico de TV no Sul de Minas e deixar 350 mil pessoas sem a programação de 11 canais, foi discutida em audiência pública da Assembleia Legislativa na manhã de ontem. Deputados da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas criticaram a medida e sugeriram que o órgão firme acordo com os municípios prejudicados, concedendo prazo mínimo de um ano para que as emissoras se adequem às exigências legais. O gerente regional da Anatel, Hermann Bergmann Garcia e Silva, comprometeu-se a avaliar a proposta.
Ainda em abril, a 8ª Vara Federal de Minas Gerais deferiu o pedido de liminar impetrado pelo município de Lavras, no Sul do estado, e obrigou a Anatel a liberar os lacres dos equipamentos de transmissão de sinal de TV aberta. Outros 23 municípios haviam sofrido a mesma ofensiva. Embora louve a ação da Justiça, o deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que pediu a realização da audiência pública, teme que a decisão seja revogada. “Essa situação fere o direito ao conhecimento e o de ter acesso à informação, que são constitucionais. Sabemos da importância dos meios de comunicação, dos canais de televisão. A população não pode ser prejudicada”, ressalta.

Tocos do Moji enfrenta apagões e picos constantes de energia

Cerca de 3.954 mil consumidores foram afetados pela falta de energia, que durou cerca de quatro horas. O motivo do corte ainda desconhecido

igreja_n_s_aparecida-tocos_do_moji-visao-noturna-2

Foto: Acervo (Eni)

 

O fornecimento de energia elétrica é imprescindível em qualquer comunidade.  A cidade de Tocos do Moji , Sul de Minas, no fim da tarde dessa terça-feira (7/05) ficou sem energia elétrica por aproximadamente 4 horas.  A interrupção do fornecimento de energia aos consumidores de Tocos do Moji ocorreu de 14h30  às 18h30.

Sem explicação

A cidade ficou às escuras, mas a Cemig ou qualquer outro órgão responsável   não informaram o motivo e quantos consumidores teriam sido prejudicados pelo apagão.

São costumeiros e constante os piques e apagões de energia por aqui.

Danos 

Uma queda de voltagem pode drenar a energia que um computador necessita para funcionar e causar congelamentos do sistema, panes inesperadas no sistema resultando em perda de dados, arquivos corrompidos ou mesmo o dano ou comprometimento de uma determinada parte do computador.

Anatel multa Tim em R$ 9,5 milhões por queda de chamadas

Agência identificou problemas na qualidade dos serviços prestados

TIM

Reprodução

A Agência Nacional de Telecomunicações multou aTim em R$ 9,5 milhões por desrespeito aos indicadores de qualidade de telefonia. A decisão foi publicada nessa quinta-feira, 2, no site do órgão.

Apesar da sanção, a Anatelnão conseguiu comprovar que a operadora derrubava propositalmente as ligações dos clientes do plano Infinity pré-pago, com a intenção de obter mais lucro. A suspeita chegou a causar a suspensão temporária da oferta do pacote.

Em agosto do ano passado, um documento vazado pela Agência indicava que a operadora agia de má fé ao tratar seus clientes de forma discriminatória. Inconformados com a denúncia, executivos da companhia contrataram uma consultoria independente para refazer a análise, que, ao contrário da anterior, se mostrou favorável à empresa.

Em nota enviada ontem, a Tim reitera que “desde o início do processo cooperou com a agência reguladora prestando todos os esclarecimentos necessários e, inclusive, estudos de auditorias independentes comprovando a ausência de irregularidades”.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann