Arquivo para ‘Redes Socias’ Categoria

Tempo gasto com celular preocupa adolescentes e pais, mostra pesquisa

Com o aumento do uso da internet por adolescentes o compartilhamento de fotos íntimas se tornou um perigo para muitos jovens que não medem os riscos dessa exposição (Reprodução)


Publicado em 28/08/2018 – 07:06

Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil   Brasília


O crescimento do uso de tecnologias digitais gera preocupações dos próprios usuários com os excessos do tempo gasto com esses dispositivos. Pesquisa realizada nos Estados Unidos apontou que mais da metade dos adolescentes entrevistados (54%) consideram passar muito tempo com o celular. O levantamento foi uma iniciativa do centro de pesquisas Pew Research Center. Foram entrevistados 743 meninos e meninas de 13 a 17 anos e 1.058 pais de diversas regiões do país.

Surge nova rede social brasileira parecida com Orkut

20141031175304_660_420

Reprodução

Por Redação Olhar Digitalem 31/10/2014 às 18h25

Depois do Orkuti, surge uma nova rede social brasileira que quer recriar o Orkut, encerrado pelo Google no final de setembro. Trata-se da SocialDub, site que possui diversos recursos semelhantes ao finado serviço. O acesso é gratuito e pode ser feito de duas maneiras: pela conta do Facebook ou por meio de um cadastro com informações pessoais.

Tirando a barra superior do site, o design lembra bastante o Orkut, já que a página inicial do usuário é disposta da mesma forma: foto de perfil e menu do lado esquerdo, recados (no Orkut, também conhecidos como “scraps”) e depoimentos no meio e comunidades e amigos do lado direito.

20141031175640

Reprodução

Além dos recursos citados acima, a SocialDub afirma possuir suporte a HTML em recados e tópicos de comunidades e os adorados GIFs. No quesito personalização, o usuário pode escolher entre 12 temas de cores.

Nepal: ferramentas na web ajudam na busca por desparecidos após terremoto

cicv_nepali

Reprodução

Criado em 27/04/15 14h42 e atualizado em 27/04/15 19h50
Por Leandro Melito Fonte:Portal EBC

Brasília – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) disponibilizou um site para ajudar na busca das vítimas do terremoto que atingiu o Nepal neste sábado (25). Até o momento foram registradas mais de 4 mil vítimas e cerca de 7,5 mil feridos após terremoto que atingiu magnitude 7,8 na escala Richter. O tremor teve o epicentro a cerca de 80 quilômetros da capital nepalesa Katmandu e foi sentido em outros países como Índia, China, Bangladesh e Paquistão.

O site permite que pessoas no Nepal e no exterior possam registrar os nomes dos parentes com quem desejam restabelecer contato. Também permite uma busca no registro das pessoas desaparecidas ou que responderam que estão vivas, bem como fazer registro do nome de pessoas que sejam informar que estão bem, segundo comunicado divulgado no perfil do Comitê. O site é administrado pelo CICV em cooperação com os serviços de busca da Cruz Vermelha Nepalesa e de outras Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em todo o mundo.

Hacker rouba 2 milhões de senhas de usuários de Google e Facebook

Espionagem / Segurança
(Foto: Reprodução)

Um problema grave, que afetou usuários dos principais serviços online, foi descoberto nesta quarta-feira. Aproximadamente 2 milhões de senhas de usuários de Facebook, Google, Twitter, Yahoo e LinkedIn foram roubadas e divulgadas na internet.

O ataque foi descoberto pela empresa de segurança Trustwave. A companhia relata que a maior parte dos dados são referentes a serviços online e credenciais de email, mas senhas de FTP também foram roubadas.

De acordo com especialistas consultados pela BBC, criminosos estariam por trás do golpe com a intenção de comercializar as informações extraídas das contas dos usuários.

Ao site Huffington Post o Facebook descarta a possibilidade de brecha de segurança e afirmou que, embora os detalhes ainda não sejam claros, aparentemente o roubo aconteceu porque os usuários tinham um malware instalado na máquina que puxou os dados diretamente do navegador. A rede social também se comprometeu a redefinir as senhas das contas afetadas.

Dilma anuncia página do Governo no Facebook

Reprodução

A presidente da República, Dilma Rousseff, inaugurou hoje a página oficial do Palácio do Planalto no Facebook. A plataforma deve servir como veículo de comunicação com o povo e integra um conjunto de ações da presidente para ganhar participação nas redes sociais. Em setembro, Dilma reativou sua conta no Twitter e criou um perfil no Instagram.

“Olá, convido você a participar da página do Palácio do Planalto no Facebook. Ela foi lançada para ser mais um espaço para você acompanhar de perto as atividades do governo federal. Nesta página, vamos também debater a evolução dos nossos cinco pactos: o da responsabilidade fiscal, o pela reforma política, o pela saúde de qualidade, o pela educação e o pelo transporte público de qualidade. Curta nossa página, opine, participe e compartilhe conosco a transformação do Brasil em um país com igualdade de oportunidades para todos”, declarou Dilma no vídeo de lançamento da página no Facebook.

Com menina virtual, ONG captura 1.000 pedófilos

Reprodução Web

Por Redação Olhar Digital

Sweetie é uma garota virtual de 10 anos, filipina, criada pela ONG holandesa “Terre des Hommes” (Terra dos Homens, em português) e que ajudou a revelar mil pedófilos ao redor de 65 países. Ao todo, 20 mil pervertidos procuraram a falsa menina na internet e ofereceram dinheiro para que ela se exibisse na webcam ou aceitasse propostas sexuais.

Destes, mil foram reconhecidos e a ONG conseguiu coletar seus nomes, endereços, números de telefone e fotos e encaminhou às autoridades competentes de cada país. “Já que tudo isso ocorre na internet, eles pensam que ninguém os observa, razão pela qual foi mais fácil reunir informações sobre estas pessoas”, declarou Hans Guyt, responsável pelo projeto.

A Terre des Hommes aproveitou uma coletiva de imprensa realizada na Holanda para lançar sua campanha contra a exploração sexual infantil pela internet. A ONG se diz indignada por causa do baixo número de pessoas detidas pela prática de “turismo sexual por webcam”. Segundo o órgão, nos últimos anos apenas seis indivíduos foram enquadrados por procurarem crianças na rede.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann