Imagens de Paris e Belo Horizonte serão expostas na Aliança Francesa

Mostra ‘A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte – Marc Goldstain’ tem pinturas hiper-realistas das duas cidades

Redação – EM Cultura

IAPI, quadro de Marc Goldstain na mostra em cartaz até dia 27 na Aliança Francesa (Marc Goldstain/Divulgação)

IAPI, quadro de Marc Goldstain na mostra em cartaz até dia 27 na Aliança Francesa

O que pode haver em comum entre Paris e a capital mineira? Imagens das duas cidades estarão expostas, a partir desta terça-feira, no Salão Cultural Georges Vincent da Aliança Francesa, em BH. A mostra ‘A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte – Marc Goldstain’, que reúne pinturas hiper-realistas feitas a partir de locais da Cidade Luz e de BH mineira pelo artista que dá nome à exposição, que nasceu em agosto de 1965 e desde 1992 já realizou mais de 50 exposições, entre coletivas e individuais.

O pintor passeia por diversas paisagens urbanas, de onde emerge escritura particular, destacando as diferenças desses lugares e a maneira como as percebe. Estão sendo mostradas 10 pinturas que representam Paris e sua periferia, e uma obra que representa o conjunto IAPI de BH.

Além disso, já em BH, o artista criou três obras: uma a partir de foto feita por ele da Av. Afonso Pena, retratando a avenida ao fim da feira hippie; outra da Praça da Liberdade (Edifício Niemeyer), feita no local e a partir de registro fotográfico; e por último, a Lagoa da Pampulha, pintada toda in loco, exatamente como os impressionistas gostavam de fazer. As técnicas utilizadas pelo artista são acrílico sobre tela e óleo sobre tela.

Além das pinturas, Goldstain registrará o Mercado Central no muro da Aliança Francesa. A pintura será feita a partir de foto que o artista tirou do local. Ele também participará de debate sobre sua obra no dia 11, às 19h, no local da exposição, onde exibirá um vídeo sobre sua carreira. O debate terá como tema “A emoção do realismo sensível” e será aberto ao público para perguntas e comentários.

Vencedor do concurso Renoir, Goldstain teve a oportunidade de pintar no ateliê do pintor (em 2004, foi agraciado com bolsa da Associação Renoir, realizando residência no ateliê de Pierre Auguste Renoir até 2005). Ele próprio se define como um “realista que procura agarrar o sensível”.

Com entrada franca, a mostra fica em cartaz até dia 27.

A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte – Marc Goldstain
Mostra de pinturas em cartaz até o dia 27. Salão Cultural Georges Vincent da Aliança Francesa de Belo Horizonte, Rua Tomé de Souza, 1.418, Savassi. Entrada franca. Aberta de segunda a sexta, das 7h30 às 21h30. Informações: (31) 3292-6818.

Fonte: Divirta-se.uai.com.br

Simulação sem compromisso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann