Intolerância Homofóbica em Tocos do Moji


Mas quem diria, a  pequenina e pacata cidade cravada entre as montanhas, alem do forte preconceito político agora tem preconceito homeofóbico explícito

igreja_n_s_aparecida-tocos_do_moji-visao-noturna-2

Foto: Arquivo (Eni)
Visão noturna: Igreja N. S. Aparecida (Padroeira de Tocos do Moji)


Por (Eni)


A cidade faz parte do Circuito Serras Verdes do Sul de Minas e também integra o Caminho da Fé. Seus 3954 (censo de 2010)  habitantes vivem da agricultura, com destaque para a produção de morango. 

Um morador de Tocos do Moji, e seu namorado, foram vítimas de agressões homofóbicas na festa do asilo, realizada ontem 10 de fevereiro. O evento aconteceu na sede do Asilo.

Em publicação no Facebook,  alguns moradores de Tocos do Moji, expressam a sua indignação. 

Vanderlei Carlos da Silva  publicou via Facebook:  ” pelo ocorrido ontem na festa do asilo aqui em Tocos do Moji. ato de selvageria por parte de um único indivíduo acabou com a festa. Homofobia e preconceito. O cidadão Tocosmojiense teve um copo de cerveja arremessado contra ele e seu namorado…”

A palavra homofobia significa a repulsa ou o preconceito contra a homossexualidade e/ou o homossexual. Esse termo teria sido utilizado pela primeira vez nos Estados Unidos em meados dos anos 70 e, a partir dos anos 90, teria sido difundido ao redor do mundo. A palavra fobia denomina uma espécie de “medo irracional”, e o fato de ter sido empregada nesse sentido é motivo de discussão ainda entre alguns teóricos com relação ao emprego do termo. Assim, entende-se que não se deve resumir o conceito a esse significado. Infelizmente, este é um assunto muito polêmico no Brasil, é um verdadeiro Tabu.

Homossexualidade, ninguém é obrigado a ser a favor nem a ser contra, mas é necessário respeitar. Sair batendo e espancando porque ele é diferente, isso é que é o grande erro e pra isso já existem leis. Todo mundo tem direito a liberdade de escolha do que fazer com a sua sexualidade, a liberdade de ter domínio sobre o próprio corpo, a liberdade de expressar o seu desejo. Tem e deve ser respeitado por todos.

Certa feita,  em uma entrevista o Papa Francisco disse: “Quem sou eu para julgar um homossexual que procura Deus?” “Habemus Papam” (temos um Papa)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann
%d blogueiros gostam disto: