O prazer de ter ervas frescas sempre à mão

Temperos colhidos na hora deixam qualquer receita saborosa. De quebra, trazem um bem-vindo toque de verde para a casa. Cultivá-los é mais fácil do que se imagina – basta ter um pouco de dedicação, conferir as dicas a seguir… e mãos à terra!

Juliana Duarte
Minha Casa – 03/2014

harmonizacao da casa

Reprodução
Marcelo Zocchio

Capa-ed47-Minha-Casa-Marco-2014

Reprodução

Eleitas as especiarias favoritas, é hora de plantar as sementes ou mudas em vasos individuais ou jardineiras de, no mínimo, 1,20 x 0,30 m. “Nesse caso, deixe uma distância média de 20 cm entre elas”, aconselha o agrônomo Wagner Novais, de São Paulo. Muitas espécies convivem bem lado a lado, no entanto alecrim e manjericão são antissociais: suas raízes se expandem agressivamente e, por isso, exigem mais espaço.

Garantir solo fértil é essencial, sendo assim recomenda-se preencher o vaso com substrato e, ao longo do desenvolvimento, repor os nutrientes por meio da adubação. Para completar, cuide de atender às necessidades específicas de sol rega das espécies. Depois, resta aguardar o momento de colher – o prazo varia em cada tipo de semente, mas, no caso de plantio por muda, é só deixar as raízes se firmarem (verifique balançando delicadamente o caule). E nada de arrancar as folhas com as mãos. “Isso pode danificar a planta. Use sempre tesoura de poda”, diz a paisagista Christiane Roncato, de Campinas, SP.

http://www.dreamstime.com/-image5284752

Reprodução

HORTELÃ
– Diferentemente da maioria das ervas para chá, que devem ser plantadas sozinhas, esta pode ser cultivada em jardineiras, junto de outros temperos;
– Não requer incidência direta do sol – apenas luminosidade basta para que cresça saudável;
– As regas precisam ser diárias e fartas, mas não a ponto de encharcar a terra;
– Livre-se das folhas secas, que podem sufocar as mais novas e prejudicar seu desenvolvimento;
– A primeira colheita é feita antes da floração. Selecione os galhos mais altos e verdes.

 

 

 

 

 

o-prazer-de-ter-ervas-frescas-sempre-a-mao-alecrim-HORTAS_01

Reprodução
Alex Silva

ALECRIM
– Tem de ser plantado em recipientes de, no mínimo, 20 cm de diâmetro e 30 cm de altura;
– É importante que receba iluminação direta e abundante;
– Atenção: o alecrim não precisa – nem gosta – de muita água. Deixar a terra encharcada costuma ser fatal, portanto regue, no máximo, duas vezes por semana;
– A primeira colheita pode ser feita dez dias após o plantio por muda ou a partir de 90 dias depois do plantio por semente. Sempre corte apenas as pontas dos ramos.

 

 

 

 

 

 

o-prazer-de-ter-ervas-frescas-sempre-a-mao-salsa-HORTAS_04

Reprodução
Dercílio

SALSA
– São indicados vasos com altura mínima de 30 cm;
– O recomendável é que tenha pelo menos cinco horas diárias de exposição ao sol;
– Faça a rega somente quando a terra estiver seca. Para avaliar as condições de umidade do substrato, as pontas dos dedos ainda são a melhor ferramenta;
– De 60 a 90 dias após o plantio por sementes, os talos já podem ser colhidos quase inteiros. Lembre-se de deixar pelo menos 1 cm para que eles voltem a crescer.

 

 

 

 

 

 

Comida

Reprodução
Pedro Rubens

COENTRO
– As sementes só não podem ser plantadas no inverno, pois necessitam de calor para seu desenvolvimento;
– Além de ter boa drenagem, o substrato precisa ser bastante fértil. Para isso, enriqueça-o com matéria orgânica, como esterco;
– Receber luz do sol todos os dias é fator fundamental para realçar seu sabor. As regas, feitas periodicamente, devem deixar o solo úmido, mas não encharcado;
– Se o plantio for feito com sementes, a primeira colheita poderá ser realizada de 30 a 70 dias depois da germinação.

 

 

 

 

 

OS REIS DO TEMPERO

Reprodução
Pedro Rubens

CEBOLINHA
– Vasos coletivos são boas opções, já que ela necessita de pouco espaço para crescer;
– O solo, em contrapartida, tem de ser bem rico: adube-o com compostos orgânicos, como húmus, antes de plantá-la;
– Adaptável aos diferentes climas do país, dispensa a incidência direta de sol, mas não os ambientes bem iluminados. Deve ser aguada diariamente;
– A partir de 75 dias depois de plantadas as sementes, colha as hastes externas, que são as mais antigas, retirando-as pela base.

 

 

 

 

 

Comida

Reprodução
Pedro Rubens

TOMILHO
– A drenagem é essencial, por isso, ao preencher o vaso, procure alternar camadas de terra, areia e seixos ou cacos de telha;
– Somente quando o substrato estiver seco, há necessidade de regá-lo;
– Cerca de 60 dias após o plantio – ou sempre que as flores começarem a aparecer -, ocorre o período indicado para a primeira colheita;
– Uma vez que geralmente se costuma usar o tempero seco, a dica é apanhar os ramos e deixá-los descansando durante alguns dias em local ventilado.

 

 

 

 

 

Como pouco e n¿o emagreÁo

Reprodução
Alfredo Franco

PIMENTA
– Várias espécies são cultivadas: dedo-de-moça e malagueta estão entre as mais famosas. Apesar da diversidade, elas requerem cuidados parecidos;
– É recomendável plantá-la durante o inverno para que se desenvolva no verão;
– Ao menos seis horas diárias de exposição ao sol são necessárias. As regas precisam ser feitas três vezes por semana;
– A primeira colheita pode se realizar 90 dias após o plantio por sementes;
– Quem tem criança ou cachorro em casa precisa deixá-la no alto, fora do alcance.

 

 

 

 

 

Comida

Reprodução
Pedro Rubens

ORÉGANO
– Chega a 50 cm de altura se plantado em solo fértil. No plantio, enriqueça o substrato com matéria orgânica, como esterco;
– Aprecia clima ameno com calor moderado. As folhas exigem exposição direta ao sol – cerca de quatro horas diárias – para que o sabor do tempero seja realçado;
– A irrigação deve ser feita diariamente, já que o orégano não tolera terra seca. Apenas tome cuidado para não colocar água demais e encharcar as raízes;
– Aguarde até a planta atingir a altura de 20 cm para, só então, fazer a primeira colheita. Deixe os ramos expostos em local ventilado durante alguns dias se quiser secá-los.

 

 

 

 

 

Delicia light

Reprodução
Sheila Oliveira

MANJERICÃO
– Prefira os vasos individuais. Se escolher uma jardineira, instale as mudas de forma mais espaçada, com pelo menos 30 cm de distância entre elas. Nesse caso, plante-o ao lado do orégano, pois este ajuda a afastar pragas;
– A erva precisa receber pelo menos quatro horas diárias de exposição ao sol para que fique sempre verdinha, com sabor e aroma acentuados. Ela também requer rega todos os dias;
– Dois meses após o plantio por sementes, já se pode fazer a primeira colheita. E as seguintes devem ser frequentes. Para cortá-lo, escolha os galhos com as maiores folhas.

 

 

 

 

 

Fonte: Planeta Sustentável Abril

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann