Cães são capazes de compreender os humanos, diz estudo

São Paulo – Cães domésticos são capazes de compreender a perspectiva humana. Está é a constatação de um estudo conduzido pela cientista Juliane Kaminski, da Universidade de Portsmouth (Reino Unido). De acordo com a instituição, está é a primeira vez que uma pesquisa analisa o impacto que os níveis de iluminação de um ambiente têm na maneira como estes animais desenvolvem a sua estratégia de “roubar” comida dos humanos.

Segundo o estudo, ao serem proibidos de pegarem comida, os cachorros podem ser até quatro vezes mais desobedientes caso o alimento esteja em um cômodo escuro. “Isso é incrível, pois implica que os cachorros compreendem que os humanos não podem vê-los e significa que eles podem entender a perspectiva humana”, comemorou a Dra. Kaminski.

Novo aperto nas teles

Depois de quase dois anos de estudo, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou ontem o novo Regulamento de Gestão de Qualidade da Prestação do Serviço Telefônico Fixo, que exige que, em 120 dias, as empresas ofereçam aos usuários serviços de melhor qualidade. Uma das determinações da Anatel é que pelo menos 93% das ligações locais sejam completadas. Para chamadas interurbanas (DDDs) e internacionais, o índice é de 92%.

As novas normas foram aprovadas pela diretoria da agência em 20 de dezembro do ano passado, após consulta pública entre abril e maio de 2011. As operadoras terão de fazer pesquisa de satisfação junto aos clientes, além de cumprir os indicadores técnicos. O número de erros em conta, um dos maiores motivos de queixa dos usuários, não poderá ser superior a 2,5 para cada mil. Os call centers precisarão ser melhores ou contar com mais postos e mais pessoal.

Malware utiliza falha no Adobe Reader para se espalhar

reader

Novo vírus se infiltra com arquivos de PDF com códigos maliciosos ‘embutidos’

Cuidado ao abrir arquivos no formato PDF de fontes desconhecidas. Um vírus está se espalhando e injetando códigos maliciosos em computadores das vítimas por meio de uma falha de segurança do Adobe Reader, como constatou a FireEye.

Segundo a empresa de segurança, o malware já infectou com sucesso as versões 9.5.3, 10.1.5 e 11.0.1 do programa da Adobe. Ao se instalar, o vírus utiliza duas DLLs: a primeira exibe um aviso falso de erro e mostra um arquivo PDF como isca, enquanto a segunda se comunica com um servidor remoto.

A sugestão da FireEye é justamente evitar a execução de arquivos desconhecidos enquanto a falha não for solucionada.

A empresa comunicou a falha à Adobe que já está estudando uma correção no problema e reportando os riscos aos seus clientes.

Fonte: Olhar Digital

Invenção que pode ser de brasileiro, rádio se integra a novas tecnologias

Atribuída comumente ao italiano Guglielmo Marconi, a paternidade do rádio – cujo dia mundial é comemorado hoje (13) – é motivo de polêmica. A exemplo do que ocorreu com outras grandes invenções, ela foi fruto de uma sucessão de descobertas e tentativas que, na época, nem sempre alcançaram a devida repercussão. Esse foi o caso do padre gaúcho Roberto Landell de Moura (1861-1928), um pioneiro que o Brasil hoje começa a reconhecer e que antecedeu em dois anos a experimentação de Marconi, datada de 1895.

Alguns anos antes, em 1873, o físico britânico James Maxwell havia constatado a existência de ondas eletromagnéticas que se propagavam pelo espaço. Em 1887, o físico alemão Heinrich Hertz, a partir da hipótese de Maxwell, conseguiu fazer a transmissão e a recepção de ondas eletromagnéticas, ainda que com equipamentos colocados a poucos metros de distância um do outro.

Vaticano inaugura exposição sobre caminhos da fé

O presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, o arcebispo Rino Fisichella, apresentou a exposição “O caminho de Pedro”, um dos maiores eventos dentro das iniciativas do Ano da Fé, anunciado pelo papa Bento 16.

“Um caminho para crescer na fé, mas também um desafio para sentir a necessidade de crer, em resposta à pergunta de sentido que a vida coloca”, explicou Fisichella, apresentando a exposição que será exibida em Castel Sant’Angelo.

Filippo Monteforte/AFP
Visitante da exposição "Os caminhos de Pedro" tira fotografia de obra de arte
Visitante da exposição “Os caminhos de Pedro” tira fotografia de obra de arte

“Diante de uma obra de arte, crentes e não crentes têm reações distintas, mas a expressão da beleza convoca todos a ouvir uma mensagem que é possível perceber-se no silêncio da contemplação. Aqui todos são convidados a uma introspecção, para responder às perguntas do coração e da mente”, explicou.

Novo botão do Facebook permite compra de ingressos pelo site

Face
Facebook está testando um novo botão, pelo qual é possível comprar ingressos para eventos diretamente da rede social. Ou mais ou menos isso.

Conforme noticiado pelo All Facebook, alguns usuários estão vendo a opção “comprar ingressos” em determinados eventos. Mas, ao clicar no botão, essas pessoas são redirecionadas a um outro site, em que a transação é completada.

Fonte: Olhar Digital

 

 

Rede social brasileira ajuda a encontrar cães desaparecidos

animais

Site ainda conta com campanhas para adoção

Pessoas que perdem seus cachorros agora contam com um novo meio de encontrá-los. Além dos tradicionais cartazes de “Procura-se” espalhados nas ruas, agora é possível anunciar o sumiço de seu cãozinho em uma rede social especializada, a “Procura-se cachorro”.

O site possui ferramenta construída com o Google Maps que oferece a possibilidade de compartilhar informações geolocalizadas sobre animais perdidos e encontrados.

O serviço envia alertas aos usuários cada vez que alguém diz ter encontrado um cão semelhante às características do anúncio feito ou próximo ao local em que ele sumiu.

O mais bacana é que além de ajudar os cachorros perdidos voltarem para casa, ele possui uma área de adoção que visa atrair o interesse das famílias sobre cachorros de rua.

Na página principal do site ainda há notícias e dicas para pessoas interessadas no mundo canino, como conselhos para cuidar de seu animal ou ainda destaques de cachorros para adoção.

Rede social brasileira ajuda a encontrar cães desaparecidos

animais

Site ainda conta com campanhas para adoção

Pessoas que perdem seus cachorros agora contam com um novo meio de encontrá-los. Além dos tradicionais cartazes de “Procura-se” espalhados nas ruas, agora é possível anunciar o sumiço de seu cãozinho em uma rede social especializada, a “Procura-se cachorro”.

O site possui ferramenta construída com o Google Maps que oferece a possibilidade de compartilhar informações geolocalizadas sobre animais perdidos e encontrados.

O serviço envia alertas aos usuários cada vez que alguém diz ter encontrado um cão semelhante às características do anúncio feito ou próximo ao local em que ele sumiu.

O mais bacana é que além de ajudar os cachorros perdidos voltarem para casa, ele possui uma área de adoção que visa atrair o interesse das famílias sobre cachorros de rua.

Na página principal do site ainda há notícias e dicas para pessoas interessadas no mundo canino, como conselhos para cuidar de seu animal ou ainda destaques de cachorros para adoção.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann