Quase 2 milhões de crianças de até 3 anos não têm acesso à creche, aponta Inep

Reprodução


 03:22 EducaçãoNotícias 07/06/2018 – 13h05 Brasília Embed

Sayonara Moreno


O Brasil precisa de 1,9 milhão de vagas em creches para crianças de até três anos de idade, que ainda não conseguiram acesso. Atualmente, o alcance é de 32% de crianças de zero a três anos e a meta estipulada é 50% delas nas creches, até 2024.

 

É o que mostra o relatório do segundo ciclo de monitoramento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) 2018, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Para a coordenadora de políticas educacionais da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Andressa Pellanda, o acesso à creche é um direito da criança, que interfere diretamente na questão social, sobretudo nas unidades públicas.

Ela defende o cumprimento da meta 20, que prevê o investimento adequado para a melhoria na qualidade da educação. Segundo Alessandra Pellanda, o corte de gastos no setor de educação afeta o cumprimento dos demais objetivos do PNE.

Atlas da Violência: 50% das vítimas de estupro têm até 13 anos

Reprodução


Publicado em 06/06/2018 – 15:49

Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro


Do total de 22.918 casos de estupro registrados pelo sistema de saúde em 2016, 50,9% foram cometidos contra crianças de até 13 anos. As adolescentes de 14 a 17 são 17% das vítimas e 32,1% eram maiores de idade. A proporção não se mantém estável nos últimos 10 anos.

Os dados fazem parte do estudo Atlas da Violência 2018, apresentados ontem (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O Atlas da Violência aponta uma discrepância dos dados da saúde com os das polícias brasileiras, que registraram 49.497 casos de estupro no ano, conforme 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo o pesquisador do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) David Marques, os dois dados são subestimados.

Câmara aprova licença-paternidade para avós

Câmara realiza sessão para apreciação e votação da MP 820/18 que disciplina ações de assistência emergencial para acolhimento de estrangeiros que se refugiam no Brasil em razão de crises humanitárias em seus países de origem.

Licença de 5 dias será permitida quando o pai não for declarado


Publicado em 05/06/2018 – 21:53

Por Heloisa Cristaldo – Repórter da Agência Brasil  Brasília


Parada do Orgulho LGBT de São Paulo quer discutir eleições

São Paulo – 21ª Parada do Orgulho LGBT, com o tema Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei. Todas e todos por um Estado laico, na Avenida Paulista (Rovena Rosa/Agência Brasil) (Reprodução)


Publicado em 01/06/2018 – 13:07

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil  São Paulo


Mesmo com liminar do TST, petroleiros deflagram paralisação hoje

Categoria diz que é uma reação à política de preços dos combustíveis

Reprodução Web


Publicado em 30/05/2018 – 06:27

Por Renata Giraldi – Repórter da Agência Brasil  Brasília


A Federação Única dos Petroleiros (FUP)  anunciou hoje(30) que, mesmo com a liminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que considerou a greve abusiva, a paralisação da categoria foi iniciada e atinge refinarias, terminais e plataformas da Bacia de Campos. O movimento programou atos e manifestações ao longo do dia.Pelo balanço da FUP, os trabalhadores cruzaram os braços nas refinarias de Manaus (Reman), Abreu e Lima (Pernambuco), Regap (Minas Gerais), Duque de Caxias (Reduc), Paulínia (Replan), Capuava (Recap), Araucária (Repar), Refap (RS), além da Fábrica de Lubrificantes do Ceará (Lubnor), da Araucária Nitrogenados (Fafen-PR) e da unidade de xisto do Paraná (SIX).

Abcam confirma acordo com governo e pede fim da paralisação

Paralisação dos caminhoneiros na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro. (Reprodução)


Publicado em 28/05/2018 – 08:50

Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil  Brasília


A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) confirmou hoje (28) a assinatura do acordo para pôr fim à paralisação dos caminhoneiros autônomos. O governo federal decidiu congelar por 60 dias a redução do preço do diesel na bomba em R$ 0,46 por litro, valor referente ao que seria a retirada do PIS/Cofins e da Cide sobre esse combustível. Depois desse período, o preço do diesel será ajustado mensalmente. Além disso, a alíquota da Cide sobre o diesel será zerada até o final do ano.

“A Abcam considera o acordo assinado uma vitória, já que o anterior previa uma redução de apenas 10% por apenas 30 dias. Entretanto, a associação acredita que até dezembro deste ano o governo encontre soluções para que essa redução seja permanente”, informou a associação, em nota.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann