Turma do Bem

A Turma do Bem (TdB) é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), fundada em 2002, pelo cirurgião-dentista Fábio Bibancos.

A organização gerencia uma rede de voluntariado especializado através do projeto Dentista do Bem, que oferece tratamento dentário gratuito a crianças e jovens (de 11 a 17 anos) que não têm condições de pagar por um atendimento odontológico. [1]

No Brasil a TdB é mantida pela TridentVale S.A., EDP (Energias de Portugal), Oral-BAmil Dental e em Portugal pela Fundação EDP e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

A Organização

A TdB está presente em mais de 950 municípios brasileiros, dez países da America Latina

(ArgentinaBolíviaParaguaiColômbiaChileEquadorVenezuelaPanamáPeru

México) e Portugal.

A rede de voluntários soma aproximadamente 14 mil dentistas e 30 mil jovens beneficiados. [3]

O principal projeto da TdB é o Dentista do Bem. Nele, a organização gerencia uma rede de dentistas que atendem, voluntariamente, em seu consultório, jovens de 11 a 17 anos que não têm condições de pagar por um atendimento odontológico.

Outros projetos de destaque são o Apolônias do Bem, que oferece tratamento odontológico gratuito a mulheres vítimas de violência doméstica, e o Assistente do Bem, que oferece um curso gratuito de formação técnica de Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) a beneficiários do projeto Dentista do Bem.

Dentista Verde, Liga do Dentista Limpo e Vez da Voz, são os projetos da ONG que visam questionar o impacto socioambiental do exercício da odontologia.

História

Em 1995, o Dr. Fábio Bibancos publica Um Sorriso Feliz para o seu Filho[4] O livro, que aborda a prevenção de doenças odontológicas, o leva a ministrar palestras sobre o tema em escolas privadas e públicas para pais e alunos. A partir dessa experiência, ele começa a ter a real dimensão da dificuldade que as classes mais baixas encontram para ter acesso a tratamentos odontológicos. Nesse momento, passa a atender gratuitamente algumas crianças em seu consultório.

Com o objetivo de atender mais crianças de baixa renda, em 1996 o Dr. Fábio Bibancos cria e coordena o Projeto Adotei um Sorriso, em parceria com a Fundação Abrinq. Nele, um grupo de dentistas se compromete a “adotar” uma criança e lhe oferecer tratamento odontológico gratuito até que alcançasse a idade adulta. No ano de 1999, na cidade de São Paulo, dá-se a primeira apresentação do Projeto Dentista do Bem para um grupo de 80 dentistas.

Com apenas dois funcionários, em 2002, nasce oficialmente a Turma do Bem. No mesmo ano, a organização recebe a certificação de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) do Ministério da Justiça (Brasil). O principal projeto da TdB, o Dentista do Bem, passa a contar com o trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem crianças e adolescentes de baixa renda, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito até que completem 18 anos.

Em 2005, Dr. Fábio Bibancos publica o livro Boca (Editora Abril[5] e a TdB passa a contar com 50 dentistas voluntários e 30 jovens beneficiados.

No ano seguinte, 2006, a TdB consegue seu primeiro patrocinador, a Trident e Fábio Bibancos é reconhecido como empreendedor social, recebendo o prêmio da Schwab Foundation/Folha de S. Paulo.[6] Idealiza-se, junto ao GRAAC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), o Cofre do Bem. Ainda em 2006, lança-se o primeiro curta-metragem da TdB, o documentário Dente por Dente. Além disso, realiza-se a primeira edição da capacitação e premiação Sorriso do Bem, com 41 dentistas. O vencedor como melhor dentista do Bem é o Dr. Marcelo de Paula Saran de [[São Paulo)] (SP).

Em 2007 os números da TdB dão um salto. A quantidade de Dentistas do Bem e de beneficiários cresce muito, chegando a 5.534 adolescentes atendidos e 3.475 voluntários. O escritório da TdB muda-se para a Vila Mariana e ganha mais um funcionário – agora somando três pessoas. São lançados o segundo curta-metragem, o Boca da Mata, filmado no Amapá, e o livro de fotos Sorrisos do Brasil[7]. Fábio Bibancos é reconhecido fellow Ashoka[8] Também nesse ano, acontece a segunda edição da capacitação e premiação Sorriso do Bem, contando com a participação de 88 dentistas. O vencedor do prêmio de melhor dentista do Bem é o Dr. Marcelo de Paula Saran, de São Paulo (SP).

No ano de 2008 a TdB bate a marca de 5 mil dentistas voluntários e 10 mil adolescentes beneficiados. Com o aumento da rede, sobe para cinco o número de funcionários da organização. E para ajudar essa guinada, outro mantenedor passa a investir na TdB: a EDP (Energias de Portugal). 2008 também marca o lançamento do curta-metragem, Festa do Biscoito e a participação de Fábio Bibancos, representando a TdB, no Fórum Econômico Mundial de Davos. A TdB firma uma importante parceria com o Salesforce/Souza Aranha, que possibilita um grande avanço no sistema de gestão de informações, garantindo qualidade e segurança de todos os processos relacionados ao Projeto Dentista do Bem. Vai ao ar um programa ao vivo de entrevistas pela internet, no canal AllTV e realiza-se o Projeto Fábrica de Empreendedores em Saúde Bucal,em Ouro Preto, capacitando Coordenadores de Saúde Bucal de 34 municípios.

Em 2009 é lançado o primeiro média-metragem da TdB, o Boca a Boca. O filme tem lançamento gratuito no Brasil, na América Latinae é exibido nas cidades de Nova York e Los Angeles (EUA). O cantor e compositor Guilherme Arantes compõe uma música especialmente para a TdB, “Vem ver o sol nascer”. [9] A TdB muda sua logomarca e o Projeto Dentista do Bem é aprovado no FUMCAD. Apresenta-se na Assembleia Legislativa Estadual o Projeto da Pasta do Povo (projeto de Lei nº462/2008) e acontece o primeiro Curso de Gestão de Clínicas Odontológicas gratuito para coordenadores do Projeto Dentista do Bem. Inicia-se a parceria com o apresentador Luciano Huck, divulgando as ações da Turma do Bem no programa Caldeirão do Huck, da TV Globo. A TdB passa a ter oito funcionários e o Dr. Leonardo Ganzarolli é nomeado vice-presidente voluntário da organização, que conta agora com 6 mil dentistas voluntários, 12 mil adolescentes beneficiados e promove a quarta edição do Sorriso do Bem, no Citibank Hall com a distribuição gratuita do Jornal Tudo do Bem. O dentista vencedor é o Dr. Fernando Santos, de Guarulhos (SP).

Ultrapassa-se, em 2010, a marca de 7 mil dentistas do Bem e 15 mil adolescentes beneficiados. A TdB passa a ter 17 funcionários e mais mantenedores: junto com Trident e EDP (Energias de Portugal, a Vale S.A. e a Fundação EDP (que leva a TdB para Portugal). Em março, inaugura-se o escritório de Lisboa, localizado no Museu da Electricidade. A TdB cresce na América Latina e, em especial, na Colômbia, atingindo 280 dentistas voluntários e 500 vagas em Cali e Bogotá. Lançam-se os projetos Dentista Verde e Liga do Dentista Limpo. A TdB faz uma mobilização para construir uma nova clínica odontológica para os Dentistas do Dem de São Luiz do Paraitinga [10] Cria-se, também em 2010, o projeto Assistente do Bem, que proporciona a 24 jovens beneficiários do Projeto Dentista do Bem um curso gratuito de formação de Auxiliar de Saúde Bucal (ASB). Em outubro acontece a 5ª edição do Sorriso do Bem, com capacitação para 250 coordenadores no Hotel GrandMercure Ibirapuera e premiação no HSBC Brasil. É criado em 2010 o conceito de embaixadores da TdB, condecorando os 40 melhores coordenadores. Surge também o prêmio de Melhor Dentista do Mundo, que é concedido à dentista carioca Carmen Cristina Carvalho Falcon.

No ano de 2011 a TdB continua crescendo. Ao todo, 22 mil adolescentes são atendidos por mais de 10 mil dentistas voluntários. No Brasil, a organização passa a estar em mais de 900 municípios dos 26 Estados e Distrito Federal. Internacionalmente, a TdB chega a dez países da América Latina, com 564 dentistas atendendo 631 jovens, e em Portugal passa a contar com 276 Dentistas do Bem atendendo 516 beneficiários. Cria-se o projeto Assistente do Bem a Distância, que oferece a 290 beneficiários do Projeto Dentista do Bem de todo o país um curso semipresencial gratuito de formação em Auxiliar de Saúde Bucal (ASB). As cinco melhores Coordenadoras Regionais de 2010 são levadas a Portugal. Ainda em Portugal, a TdB ganha o Prêmio Saúde Oral, concedido pela revista homônima. Inicia-se uma parceria com a Folha.com, e o Dr. Fábio Bibancos ganha um blog no site. São lançados um aplicativo para iPad e uma Fan Page sobre a Guerra dos Mutans, que se tornam o principal projeto de prevenção da TdB. Lança-se também o documentário Lá e Cá, rodado em Portugal. O Dr. Fábio Bibancos participa do Fórum de Nova Iorque e do ABC Business Award, representando a TdB. Em outubro acontece a 6ª edição do Sorriso do Bem, com capacitação para 400 coordenadores no Hotel Almenat e premiação no Teatro Bradesco. 50 coordenadores são condecorados com o título de embaixadores da TdB e o prêmio de Melhor Dentista do Mundo é concedido à Dra. Luciana Bason, de Pindamonhangaba (SP). Ainda durante o Sorriso do Bem, o artista plástico Vik Muniz produz uma obra de arte especialmente para a TdB. Por fim, a TdB conquista dois novos mantenedores: a Oral-Bpassa a apoiar a organização no Brasil e a Fundação Calouste Gulbenkian, em Portugal.

Sorriso do Bem

A TdB realiza todo ano a premiação Sorriso do Bem – um grande evento que homenageia e premia quem mais se destacou nos projetos da TdB (Assistente do Bem, Dentista do Bem etc.). São premiados dentistas/coordenadores voluntários, empresas e imprensa que apóiam a organização e parceiros voluntários .

Há, porém, uma categoria especial, a de melhor dentista do mundo: título que foi criado no prêmio de 2010, com a expansão internacional da TdB, que premia o Dentista que mais contribuiu com a sua comunidade.

A noite de premiação é o evento que marca o fechamento de três dias de capacitação e integração. Os melhores coordenadores participam de uma série de atividades, como palestras, dinâmicas e fóruns de discussão, com o objetivo de valorizar e aprimorar o seu trabalho.

Fonte:  Pt.Wikipedia.org

 

Reprodução

Reprodução

Dentista do Bem é o principal projeto da TdB, e conta com o trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem em seu próprio consultório crianças e jovens de baixa renda entre 11 e 17 anos, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito até que completem 18 anos. Atualmente, é a maior rede de voluntariado especializado do mundo.

Os pacientes são selecionados por grau de necessidade, o que é determinado por uma triagem realizada em escolas da rede pública ou instituição social. Jovens e crianças com problemas bucais graves, os mais carentes e próximos do primeiro emprego têm prioridade no atendimento.

O tratamento, realizado no consultório do próprio dentista voluntário, é de caráter curativo, preventivo e educativo. O Projeto Dentista do Bem conta com voluntários espalhados por todo o País – nos 26 Estados e Distrito Federal –, dez países da América Latina e Portugal. O escritório da TdB faz a ligação entre todos os envolvidos no projeto (o jovem beneficiado, sua família, a escola, o cirurgião-dentista voluntário) e ainda o acompanhamento dos atendimentos.

Veja aqui se o seu dentista é um Dentista do Bem. Se ele não for, clique aqui e imprima o termo de compromisso para que ele também se torne um voluntário da TdB.

Fonte: Turma do Bem

» Esta é uma notícia   Compartilhe por aí, vale a pena … 

Simulação sem compromisso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann